Nossa História

O Canil Sadonana

O Canil Sadonana é o pioneiro no Brasil na criação sistemática e no resgate do Pastor Alemão para trabalho, tendo iniciado em 1997 a importação da Alemanha de matrizes e reprodutores do que é, atualmente, denominada “Linhagem de Trabalho”. Esta “linhagem”, na verdade, nada mais é do que o Pastor Alemão primitivo, original, que, desde sua concepção pelo alemão Capitão de Cavalaria Max Vom Stephanitz, no final do século 19, sempre foi selecionado com foco no trabalho. O Pastor Alemão sempre foi selecionado através de seu desempenho em provas objetivas de trabalho, de origem militar, denominadas até o ano de 2012 de Schutzhund (Cão de Proteção no português) e, atualmente pela sigla IGP.

Fundado em 1991 por Nélio Brant Magalhães, o Canil Sadonana foi voltado inicialmente para a criação de cães de exposição, a única linhagem existente no Brasil até então. A partir de agosto de 1995 o canil passou por um revés, quando Max Macedo assumiu sua parte técnica e, em seguida, com Raphael Magalhães, filho de Nélio Brant, assumiu em 1997 sua propriedade. Desde então, trabalhando juntos e como grandes amigos, Max e Raphael começaram, ainda em 1997, a importar o que seriam as primeiras matrizes a criarem sistematicamente a linhagem de trabalho no Brasil: Xandra v.d. Sennequellen, HD QN, SchH3 e Anja v.d. Senequellen, HD QN / ED N, SchH1.

Essas duas matrizes vieram aos 12 meses para o Brasil, e, aqui receberam suas titulações, sendo que, Xandra, apelidada Peggy, tornou-se ainda Campeã Brasileira CA 1998, Melhor Proteção do Campeonato (100pts), e, Campeã Brasileira CT1 2000, com o Melhor Faro do Campeonato (94 pts).

Xandra v.d. Senequellen (Peggy)

HD QN, IPO3 (Hasko v. Mentruperland x Ina v.d. Sennequellen) 

Campeã Brasileira CA 1998 e Melhor Proteção do Campeonato (100 pts)

Campeã Brasileira SchH1 2000 e Melhor Faro do Campeonato (94 pts)

Devido a carência de reprodutores na época, e a sua morte prematura, ainda aos 7 anos de idade, causada por uma leishmaniose visceral, Peggy produziu apenas três ninhadas. Contudo, sua filha, Vicky do Sadonana, HD N, IPO3, FH1, Sel1, deixou um verdadeiro legado competitivo, sagrando-se 4x Campeã Brasileira IPO3 (2003, 2004, 2005 e 2006), Campeã Brasileira FH1 de Todas as Raças CBKC 2005, 2x Representante do Brasil no Campeonato Mundial WUSV (2005 França e 2006 Dinamarca) e Campeã Sula Americana COAPA. Além dela, Peggy também produziu Zak do Sadonana, IPO2, que recebeu o troféu de Melhor Faro do Campeonato Brasileiro de 2004 (99 pts). Ainda produziu também Zero do Sadonana, HD N, IPO3, Campeão Paulista.

Anja v.d. Sennequellen (Elly)

HD QN/ED N, Coluna N, IPO1 (Belshik v. Eicken-Brusche x Maja v.d. Sennequellen)

Apesar dos poucos reprodutores contemporâneos no Brasil, Elly, presenteou-nos com uma orgulhosa descendência, com resultados consistentes.

Seus filhos

– Neck do Sadonana, HD/ED N, IPO3, FH1 (filho de Jambo da Águia Dourada, HD AP, IPO2) – Campeão Brasileiro IPO3 CBPA 2010, 2x Representante do Brasil em Campeonatos Mundiais de Todas as Raças do FCI (2011 Alemanha e 2012 Hungria); 41º Lugar do Mundo no FCI 2011;

– Nolte do Sadonana, HD/ED N, IPO1 (filho de Jambo da Águia Dourada, HD AP, IPO2) – Campeão Brasileiro IPO1 de todas as Raças CBKC 2008;

– Kart do Sadonana, HD QN/ED N, Coluna N (filho de Yano van´t Enclavehof, HD/ED N, Coluna N, IPO2) – Melhor Obediência do Campeonato Brasileiro 2008;

Arek do Sadonana, HD/ED N, IPO3 (filho de Dom v. Weissbinderbusch, HD QN) – Melhor Obediência IPO3 do Campeonato Brasileiro de 2003;

Xakal do Sadonana, HD N, CTA (filho de Dom v. Weissbinderbusch, HD QN) – 3º Lugar CTA Campeonato Brasileiro 2003

Seus netos

Arlos da Polícia Civil-MG, HD QN, CTA (filho de Xandra do Sadonana, HD N, BH) – Vice-Campeão Mineiro CTA 2005;

- Iano do Sadonana, HD QN/ED N, IPO1 (filho de Xary do Sadonana, HD AP) – Campeão Brasileiro IPO1 CBPA 2008;

- Axel do Prismanlú, HD QN, IPO3 (filho de Xandra do Sadonana, HD N, BH) – Campeão Brasileiro IPO1 2006 e Melhor Obediência do Campeonato;

- Aya do Prismanlú, IPO3 (filha de Xandra do Sadonana, HD N, BH)

Seus bisnetos

Thor do Sadonana, HD/ED N, IPO3, FH1 (filho de Arlos da Polícia Civil) – Campeão Brasileiro IPO2 2011, 3º Lugar IPO3 Campeonato Brasileiro 2012 e Melhor Cão de Criação Nacional do Campeonato, Vice Campeão Brasileiro IPO3 2013 e Melhor Cão de Criação Nacional do Campeonato, e, representante do Brasil no Campeonato Mundial WUSV – Filadélfia 2013, aprovado nas três seções!

Midas da PMMG, BH, IPO1 (filho de Fanny do Sadonana, HD/ED N) – Vice-Campeão Brasileiro IPO1 2012;

Bolt v.h. Byron, HD/ED N, Coluna N, BH, IPO3, FH1 (filho de Sara do Sadonana, HD/ED N, BH, IPO1) – 5º Lugar IPO3 no Campeonato Brasileiro 2014 e 3º Lugar IPO3 no Campeonato Brasileiro 2018

Max Macedo

Conheça o fundador

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Minas Gerais (2000). Proprietário da Companhia de Cães de Patrulhamento e Detecção, empresa dedicada a criação de cães para trabalho, ao seu treinamento e a instrução de pessoal de segurança pública e privada voltados ao emprego de cães de alto desempenho para patrulhamento, detecção de drogas e explosivos e serviço policial em geral.

Atua desde 1992 na área de Zootecnia, com ênfase em comportamento, etologia e melhoramento genético de cães para trabalho policial e militar. Pioneiro no Brasil na criação sistemática de cães Pastores Alemães com genética especializada em trabalho e esportes.

Árbitro Internacional de Cães de Trabalho do Clube Brasileiro do Pastor Alemão e da Confederação Brasileira de Cinofilia.

1º Tenente Veterinário da Reserva do Exército Brasileiro, serviu a força terrestre como Oficial Veterinário de 2001 a 2008 e, continua atuando como instrutor de treinamento de cães de serviço policial militar para as Forças Armadas (Marinha, Exército e Força Aérea) e demais instituições policiais por todo o Brasil.

Competiu em diversos campeonatos brasileiros de adestramento com importantes colocações, sendo selecionado para representar o Brasil nos Campeonatos Mundiais de Cães de Trabalho WUSV 2009 (Krefeld - Alemanha) e 2011 (Kiew - Ucrânia). Disputou pelo time brasileiro o Campeonato Mundial de Cães de Trabalho WUSV 2009 em Krefeld, Alemanha, posicionando-se em 12º Lugar Geral por Equipes.

Desenvolve trabalhos enfatizados na área de cognição e da agressividade canina.

Cursa no momento mestrado em Biologia de Vertebrados (Área Comportamento Animal) na PUC Minas, trabalhando com os efeitos do treinamento na redução do estresse em cães, avaliando parâmetros fisiológicos e comportamentais.